Para entender melhor o projeto, disponibilizamos

alguns materiais de apoio para ajudar

você na troca do seu motor.

Faça o download agora mesmo, tire suas dúvidas

e conheça alguns cases de sucesso:

Confira abaixo o nosso FAQ

ou se preferir faça o download.

DÚVIDAS?

01 - Qual a diferença deste bônus para uma chamada pública de projetos do PEE?

Diferente da chamada pública tradicional, esta é uma oportunidade em que a distribuidora concede um bônus em dinheiro que não necessita ser devolvido. Além disso, é um processo bem mais simplificado, sem a necessidade de assumir dívidas ou contratar empresas de engenharia.

 

02 - Quem pode participar deste projeto?

Clientes dentro da área de concessão da distribuidora. Tanto do mercado livre quanto cativo. Outras restrições ficam a cargo de cada distribuidora.

 

03 - Para participar deste projeto, necessito contratar uma empresa de engenharia ou outros serviços?

Não. Nesta modalidade a concessão do bônus se dá através da aquisição de um motor novo de alta eficiência para substituir um motor usado, de baixo rendimento.

 

04 - Qual a vantagem de participar deste programa?

É uma forma muito simples de reduzir drasticamente o investimento necessário para adquirir um motor de alta eficiência que irá proporcionar uma substancial economia de energia.

 

05 - Por que  as distribuidoras aderiram a esta modalidade de projeto?

Porque a economia de energia obtida com o uso de motores de alta eficiência já é amplamente comprovada, tornando este um investimento com retorno garantido em economia de energia. Além disso, esta economia de energia interessa a distribuidora pois com a redução de demanda sua capacidade de atendimento melhora.

 

06 - Qual a faixa de potência de motores que entram neste projeto?

É possível adquirir motores trifásicos de 1 à 250 cv, 2,4,6 e 8 polos. E monofásicos acima de 1 cv.

 

07 - Por que posso trocar apenas motores fabricados até 2009?

Porque a lei de Eficiência Energética nº10. 295/2001 - portaria nº 553/2005, entrou em vigor em 2009, proibindo a fabricação de motores com baixo nível de eficiência. Sendo assim, entende-se que os motores fabricados a partir desta data já estejam operando com o nível mínimo exigido por lei.

 

08 - Tenho motores queimados/ sucateados. Posso trocá-los usando este benefício?

Não. O bônus é válido somente para motores que estejam em operação.

 

09 - Quais as principais etapas deste projeto?

Este programa é bastante simplificado, exigindo basicamente que o consumidor interessado entre em contato com a sua distribuidora de energia e realize a inscrição dos motores que deseja substituir. Após aprovação, o consumidor deve adquirir um motor novo de alta eficiência, realizar a troca do motor antigo pelo novo, e enviar o motor usado para descarte conforme o exigido pela concessionária.

 

10 - Perdi o prazo de inscrição junto à minha distribuidora. Como posso proceder?

Você deve entrar em contato com a sua distribuidora para verificar a possibilidade de prorrogar a sua inscrição. E manifestar o interesse em participar de uma nova edição deste projeto.

 

11 - Minha distribuidora não apresentou esta modalidade e projeto. Como posso proceder?

Você deve entrar em contato com a sua distribuidora para verificar a possibilidade dela participar em uma próxima edição deste projeto.

 

12 - Como faço para sucatear meu motor antigo?

Você deve enviar o motor para uma das empresas indicadas pela sua distribuidora ou entrar em contato com o fabricante.

 

13 - Há alguma punição/ multa caso eu não cumpra alguma etapa?

Não, porém caso as etapas não forem corretamente concluídas, deixa-se de ganhar o benefício do bônus. Contudo, mesmo sem o bônus o investimento continua sendo viável.

 

14 - Como posso simular os ganhos na troca do(s) motor(es) usado(s) pelo(s) novo(s)?

A WEG, fabricante de equipamentos elétricos, desenvolveu um software exclusivo e gratuito para simulação de uma análise técnica e financeira completa do retorno de investimento. Basta acessar: https://www.weg.net/see+/pages/regua.jsp.

 

15 - O que é um motor de alta eficiência?

De acordo com a Lei de Eficiência energética nº10. 295/2001 - portaria nº 553/2005, o nível mínimo de rendimento para motores elétricos é o IR2 (Índice de Rendimento dois). Então, um motor para ser considerado de alta eficiência deve atender ao menos o índice de rendimento IR2. Após o IR2 temos os motores ainda mais eficientes que possuem IR3, e na sequencia alguns fabricantes já possuem IR4 e IR5.

 

16 - Por que é importante utilizar motores de alta eficiência?

O futuro depende de atitudes conscientes e sustentáveis, pois o mundo cresce em ritmo acelerado, modernizando e automatizando processos. Estima-se que anualmente 10% de toda energia gerada no Brasil seja desperdiçada (fonte ABESCO), energia suficiente para abastecer os estados do Rio de Janeiro e Ceará por um ano ou compensar o aumento da demanda nacional por dois anos. Além disso, a redução do consumo de energia pelo uso mais eficiente proporciona à indústria mais competitividade e produtividade, bem como maior disponibilidade e redução de impactos ambientais. O setor industrial brasileiro consome cerca de 40% da energia elétrica do país e 70% da energia utilizada na indústria é consumida por motores elétricos.

 

17 - Qual é o valor do bônus concedido pela distribuidora?

Os valores variam de acordo com a distribuidora e características dos motores a serem adquiridos. Podendo representar entre 10% a 60% do valor do motor novo. Para saber o valor, consulte a distribuídora da sua região.

 

Se ainda ficou com alguma dúvida, clique aqui e faça o download do FAQ da ANEEL.